28 julho 2011

Papéis Avulsos




Em papéis avulsos,
Interajo meus pensamentos,
Escrevo em filamentos
O que consideras insulto.

O que achas que eu vejo,
Sempre querem entender,
Mas nunca vão se prender
E ver o que eu almejo.

Veja meus olhos, no fundo,
No mais ínfimo insulto
O que eu realmente quero dizer.

Cada Um com seus problemas,
Dores e temas
Mas na vida, nada vai te surpreender.


Débora Cristina Albertoni

Nenhum comentário:

Postar um comentário