02 outubro 2011

Ignorante Aparência


Bruscas palavras
Falam da falsidade
Revelam a saudade
Como folhas entalhadas.

Hipocrisia e falta de entendimento
Queria que se tocassem
“Se vocês realmente se amassem”
Seria melhor pra calar-te não só neste momento.

Que sabe de meu amor
Se não apenas falas
Choros e risadas
Só veem o mal nas coisas e segundas intenções nas palavras. Amor?

Que diríeis de vocês
Não vou julgar
Pois não tenho direito
Siga o exemplo e julgue para si o que é amar.

Busca em teu interior aquela ausência
Olhe o seu reflexo
Mas continua na mesma
Ligando apenas para a ignorante aparência.

Débora Cristina Albertoni

Nenhum comentário:

Postar um comentário